“Não tenha medo.”

Histórias Vividas

Esta senhora recebeu atendimento por ser portadora de câncer de cabeça e pescoço em estágio avançado. Recebeu nesse período controle impecável da dor e conseguiu-se, graças a uma equipe especializada em cuidados paliativos dar-lhe qualidade de vida e resgatar sua dignidade. Sendo cozinheira a vida toda, retornou parcialmente as suas atividades, passando a vender doces e salgados para os funcionários do hospital.

Certo dia perguntamos a ela?

– “Você tem algum sonho na vida que ainda não realizou?”

E ela respondeu? “Moro na favela e sempre cozinhei numa cozinha de papelão. Sonho ter uma cozinha de tijolos.”

Um dos voluntários da equipe se sensibilizou e em 3 meses entregou a ela não só uma cozinha, mas uma casa de tijolos, pronta e bela. Sua alegria era indescritível.

Seu sonho se realizou permitindo encontrar concretamente um sentido para toda vida que vivera.


Este senhor nos procurou desesperado, com intensa dor, com sua família por ser portador de câncer no pescoço e ter ouvido de médico.

“Não há mais nada a fazer por você!

Tinha dores intensas e estava abandonado, sem acompanhamento médico em sua casa. Foi atendido teve controle da dor, de todo o desconforto da doença e pode voltar a viver. Esta foto mostra isso. Um homem tranquilo, ao lado da filha amada, num dia de pescaria, atividade que tanto amava.


Paciente portador de câncer de língua avançado, em intenso sofrimento.

Passou a ser atendido pela equipe de cuidados paliativos, médicos, enfermeiros, fonoaudiólogo, psicólogo, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, nutricionista e voltou a viver com qualidade de vida, vindo a celebrar seu aniversário no hospital com quem mais amava: sua família e a equipe que lhe devolvera sua dignidade.


Este paciente veio da Bahia para ser atendido por um câncer de pulmão. Morava com 4 filhos e a esposa, corajosa que muito lhe apoiou.

Você pode notar sua fisionomia tranquila, sem dor, sem sofrimento e o beijo de gratidão do filho.

Após sua partida, a família completamente só, teve ajuda da equipe que providenciou o velório, e o avião para transporte do corpo até a Bahia.

Curso Pallium – Introdutório


  • Fiz o Curso Básico em 2015, em Campinas.
    É um curso de fundamentação teórica, mas embasado o tempo todo na prática. Os ministrantes do curso (médico, psicóloga e terapeuta ocupacional) são excelentes bem como a metodologia utilizada, vivências e discussão das experiências aliadas a aulas teóricas. A aprendizagem acontece por meio da vivência afetiva o que a torna de fato efetiva. É um curso provocador que nos intima o tempo todo a olharmos dentro de nós mesmos e a buscar o nosso sentido. Assim, o maior empreendimento necessário para o curso é a sua disponibilidade interna.
    Um outro ponto forte que considerei no curso foi fazê-lo em um Hospice (Lo Tedhal) e conhecer o projeto da Profa. Dra. Suzel Frem Bourgerie (Diretora do Centro da Terapia da Dor e Cuidados Paliativos LO TEDHAL).
    Além disso, houve ainda a possibilidade de troca de experiências com profissionais de outro serviços, o que foi muito precioso . Haviam pessoas de vários tipos de instituições e estados do país (Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Piauí, Pernambuco, Alagoas, Pará, Ceará, Paraná, São Paulo).
  • Professores realmente muito competentes, éticos, fundamentados, sérios e comprometidos. Uma coisa que também me chamou a atenção foi que o discurso das aulas em momento algum era dissociado de suas posturas. Por exemplo, a empatia que também era um conteúdo teórico era vivenciada na postura e nas vivências com os professores. A importância do trabalho em equipe multidisciplinar (ou transdisciplinar) se confirmava em suas atitudes e apresentações.
    Enfim, um aprendizado que superou a experiência de trabalho. É uma experiência para a vida. Pretendo o mais breve possível dar continuidade com o Avançado, imagino a preciosidade.

    Ana Maria Fortaleza Teixeira Ficher
    (Psicóloga)